Imóveis voltam à estabilidade no preço de venda

Imóveis voltam à estabilidade no preço de venda

O mercado tem sofrido oscilações e tem sido impactado pelo cenário econômico, muito por conta da diminuição do crédito. Porém, em fevereiro, de acordo com o Índice FipeZap, o preço de venda de imóveis voltou a um patamar de estabilidade entre as 20 cidades analisadas.

Não existe homogeneidade entre as cidades analisadas, o que se pode concluir que as características que levam a enfrentar a crise não são somente por um estímulo macro, mas sim local, regional.

Apenas 8 cidades apresentaram queda nominal no preço médio foram, com destaque para: Belo Horizonte (-0,41%), Niterói (-0,37%) e Distrito Federal (-0,36%).

O aumento dos preços não foi nada exagerado. As maiores variações ocorreram em São Caetano do Sul (+0,56%), Vila Velha (+0,51%) e Florianópolis (0,34%).

No acumulado de 12 meses, cidades como Rio de Janeiro e Distrito Federal tiveram quedas de -4,99% e -2,67%, respectivamente. E, no aumento dos preços, Florianópolis supera a inflação, de +2,87%, com valorização de +5,01%.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.